Ciclo de conversas “Arte e politica: diálogos, insurgências e aproximações” - Diane Lima

Foto de ppgav
 
 
Nossa quarta conversa, com a curadora, crítica e pesquisadora Diane Lima, acontecerá na 5a feira 22/04, das 15h00 às 17h00, no link: http://meet.google.com/qmn-ayvo-jnk
Durante este mês de abril, convidamos 5 artistas/curadorxs/pesquisadorxs para compartilharem conosco insurgências na arte/vida, no Ciclo de conversas “Arte e politica: diálogos, insurgências e aproximações”.
 
Convidamos todxs, ao longo dos encontros refletir conosco sobre a relação entre arte e política, a partir de ações, projetos e ideias de insurgências (modos de engajamento político, social, cultural, estético e/ou ambiental).
O ciclo de conversa é organizado pelo Intervalo Fórum de Arte, em colaboração com Programa de Pós Graduação da Universidade Federal da Bahia e o Goethe- Institut Salvador-Bahia.
Diane Lima é escritora, curadora independente e pesquisadora. Vivendo entre São Paulo e Salvador, atualmente é co-curadora de Frestas – 3ª Trienal de Artes do SESC-SP e das exposições monográficas do artista Paulo Nazareth na Pivô em São Paulo e de Stella do Patrocínio no Museu Bispo do Rosário no Rio de Janeiro.Seus projetos anteriores incluem  o programa de educação radical AfroTranscendence em 2015; a curadoria do programa  Diálogos Ausentes no Itaú Cultural entre 2016 e 2017; o programa de residência PlusAfroT na Villa Waldberta na Alemanha e a curadoria do Valongo Festival Internacional da Imagem em 2018 e 2019. Seus textos, tanto críticos quanto autobiográficos, documentam a história de uma estética radical negra contemporânea a partir de uma prática curatorial em perspectiva decolonial e feminista negra nas Américas. Organizou o livro “Textos para ler em voz alta” (Brook Éditions – no prelo) e integrou a curadoria de 20 em 2020 – Os artistas da próxima década – América Latina (Act.).